sergio augusto medeiros

1993- artista visual com pesquisa situada nos espaços simuláveis da autoria, muitas vezes, decorrentes de intervenções específicas em linguagens que fornecem suportes para montagens de experimentos, metodologias, probabilidades e visualizações em suportes variados (websites, publicações, instalações, desenhos, múltiplos, vídeos, programações, dentre outros). Em diálogo com formatos predefinidos, interroga a legitimidade e apresenta recursos metalinguísticos que se compõem como apropriações de determinadas funções, através da recriação dos métodos, caractezando ideologias dominantes que estruturam a compreensão do conhecimento. Atualmente, reside em Belo Horizonte e cursa doutorado em artes visuais pela Universidade Federal de Minas Gerais.