Há variantes denominativo-conceituais para o erro no funcionamento em aparelhos eletrônicos durante a operação de uma linguagem, que entra em conflito, gerando uma impossibilidade de continuar a execução do programa. O bug, tilt ou glitch, é o defeito em um software, também denominado de falha lógica, que ocorre quando o computador perde a finalidade de um determinado processo. A palavra bug, traduzida do inglês para “inseto”, inicialmente, foi atribuída às falhas mecânicas da informática, quando os primeiros computadores valvulados atraíam muitos insetos para seus componentes, o que gerava erros frequentes. É o efeito em que a imperfeição provoca a inconsistência de um software durante seu funcionamento e, também, pode ser um código que está implementado de maneira errada. O erro resultante de uma falha, seja pelo retorno esperado frequentemente associado ao hardware, seja por uma rede inacessível ou queda de energia elétrica. Bugs podem gerar falhas e, especialmente, ocorrem em programas com acesso à rede em ambiente institucionalizados. Com museus e instituições de arte temporariamente fechados, as visitas virtuais têm oferecido ao público visitante outro tipo de interação com o objeto musealizado. Propondo mediar o erro nesse processo, a série traz imagens encontradas em visitas virtuais de museus, que estão disponíveis na internet com supostos erros em seus registros em 3D.

siriris, 2020 
capturas de tela 
visitas virtuais e vídeo de 12'

 

IMG_5994895652.jpg
IMG_59955.jpg
IMG_5994543.jpg
IMG_5994555a.jpg
IMG_5994.jpg
IMG_5994.jpg
IMG_59966.jpg