Repertório apresenta os resultados quantitativos e qualitativos de um corpus de textos de artistas contemporâneos, registrados em dez catálogos de uma premiação promovida por uma instituição destinada a jovens artistas, nos anos de 2010 a 2019. Na análise do corpus, foram encontradas diferentes tipologias textuais (descritivos, narrativos, dissertativos e injuntivos) e formas textuais (poesia e prosa). Com intenção de identificar um cenário de repetições lexicais e suas interações linguísticas e visuais, especificamente, o trabalho é marcado pela questão: quais são as redes nocionais e interacionais de palavras, em que o discurso objetiva, ou ainda, significa a identidade do artista contemporâneo ou o conceito de sua obra? Na pesquisa, as palavras frequentes nesses catálogos passam a ser observadas em frequências absolutas, ou seja, em descrições e repetições que permitem refletir sobre seus funcionamento nos textos de artistas. A compilação de palavras foi organizada e gerada a partir de unidades linguísticas (palavras, locuções, expressões idiomáticas etc), com significação equivalente e com certas funções semânticas, lexicais, morfológicas e sintáticas. Essa organização parte da análise que determina campos semânticos e lexicais de um corpus, utilizando-a para produção e sistematização de dados e informações sobre gênero textual. Este trabalho foi apresentado em formato digital na I Jornada de Estudos Linguísticos da Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL).

 

2018-2019 repertório

software de análise lexical

apresentação em slideshow

21,5x14cmp

AFC2DL (2).png
AFC2DL.png