O interesse foi analisar, pelas iconografias do “sentar-se à mesa”, uma visualização de fotografias sem autoria e de autores não-identificados pelo Arquivo Público Mineiro. Conforme os interesses desse trabalho, a pesquisa foi dividida em: a) análise do estado iconográfico de fotografias sem autoria e de autores não ideificados por meio de uma revisão e b) construção de conjuntos fotográficos catalogados pelos arquivos selecionados. Nas buscas prévias, anterior e simultaneamente a esse trabalho, foram identificados e rastreados termos que podem ou não estar relacionados aos alimentos pertencentes ao sistema e à cultura alimentar. Para isso, é utilizado um algoritmo de busca que é aplicado nos sistemas informatizados das instituições para a extração das fotografias, ou seja, nas bases de dados consultadas, que possuem como escopo as imagens possivelmente relacionadas. Utilizando mecanismos de buscas referentes ao projeto de museu, como "almoço", “banquete”, “jantar”, “cerimônia”, “mesa”, “alimento” e “evento”,  e como base terminológica do projeto, foram atribuídas as análises e dispostas digitalmente em um web-site disponível online. Este projeto foi realizado e contemplado pelo XVI Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia.

museu do comer, 2021-2022

website

www.museudocomer.org

03mdc.jpg
04mdc.jpg
IMG_3294.jpg
mdc1.jpg
fll.jpg