As Proteobactérias podem ser encontradas em qualquer lugar devido sua resistência a ambientes extremos com muito, pouco ou nenhum oxigênio e nutrientes, como o ar, o solo e em camadas superficiais, subterrâneas e aquáticas. Possuem morfologia diversa (bastonetes, espiral, cocobacilos e bastões curvos, etc) e grande variação metabólica. Diversos fatores envolvem o crescimento e a ubiquidade: tempo geológico, atividade biológica, topografia, dentre outros. Também, podem ser classificadas ecologicamente, como residentes facultativas, pois são dependentes de substratos específicos presentes em determinadas superfícies. Com a aplicação das técnicas moleculares para o estudo da microbiota de diversos espaços, inúmeros métodos de extração foram aperfeiçoados e possuem procedimentos que envolvem a intervenção em membranas celulares, possibilitando a liberação do conteúdo genético de uma célula. Na tentativa de desenvolver a técnica de clonagem molecular com a obtenção de bibliotecas metagenômicas, ou seja, referente ao conjunto já encontrado na natureza, assim, permitindo realizar comparações entre comunidades bacterianas em duas ou mais áreas utilizando métodos de codificação, a pesquisa apresenta características inventivas e pode servir como indicador, referindo-se a uma comunidade bacteriana estruturada em ambiente totalmente digital. Projeto selecionado para o Festival Internacional RealMix 0.1, Instituto Distrital de las Artes em Bogotá, Colômbia.

 

lâmina, 2021-em processo
modulagem em 3d

dimensões variáveis

IMG_1234.jpg
l229.gif